GOVERNO DO ESTADO AÇÃO

CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS

UNIMED AGRESTE MERIDIONAL

CLIQUE NAS IMAGENS E CONFIRA DESTAQUES DO BLOG

UNOPAR GARANHUNS

sábado, 7 de janeiro de 2017

GARANHUNS: O perfil do novo secretariado de Izaías

Passado o impacto do anúncio dos novos secretários de Garanhuns, o sentimento foi de surpresa para muita gente. Enquanto em muitos municípios os gestores buscaram nomes de profissionais experientes para cada setor, Izaías Régis apostou na juventude e na prata da casa. Uma grande parte dos nomes anunciados já estava dentro do governo, portanto, pode ser considerado técnico com conhecimento da pasta.

Dentre as principais surpresas, João Paulo Sobral, 26 anos, Desenvolvimento Rural, Kauely na Educação, Elielson na AMSTT e o deslocamento de Janecélia da Educação para Desenvolvimento Econômico. A saida de Geandré, surpreendente, foi a principal baixa de uma gestão para outra, a chegada de Carlos Eugênio, a aquisição de mais destaque. 

Jornalistas, a exemplo de Roberto Almeida, informavam que a troca de secretários seria significativa, mas aparentemente, Izaías resolveu voltar atrás, e permanecer com a maioria deles. O time, no geral, é basicamente o mesmo. Aesga, Turismo, Comunicação, Governo, IPSG, Mulher, Administração, Obras, Controladoria, Saúde, Assistência Social, ... Mas se colocar no papel para comparar, o time da gestão anterior tinha mais currículo, com dois professores da UFRPE, um coronel na AMSTT, representante da CDL, Sebrae, etc. Mas, como disse, Izaías preferiu apostar na juventude, assumindo a responsabilidade dele mesmo ser o gestor por pasta nesta nova etapa. E é natural que a nova equipe assuma com muita vontade de dar certo.

A questão é que foi o próprio prefeito que sinalizou em algumas direções de que poderia encorpar a gestão com pessoas representativas de segmentos sociais, o que acabou não acontecendo, gerando críticas de bastidores. Pelo menos cinco ou seis bons nomes eram dados como certos no governo.

Com a força de quem teve 45 mil votos, Izaías não ouviu setores da sociedade, escalou seu time e vai pro jogo. Tem capital político/eleitoral para isto, pois venceu a eleição sem precisar fazer concessões e nem buscar apoios que gerassem dívidas eleitorais. Não tem oposição política na Câmara, mas inicia uma segunda gestão mais individualizada, sem interagir com instituições importantes. A curto prazo, apenas as críticas de bastidores, mas a médio prazo, pode estar perdendo a magia da quase unanimidade. 

2017 será um ano de muito trabalho, e como dizia Eduardo Campos: "Vamos pegar no serviço!" - Boa sorte a todos, e em especial aos novos secretários de Garanhuns, pois o sucesso deles é melhor ainda para a população!

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

POSTAGENS ANTERIORES, CLIQUE NO LINK

Direitos do Autor

Copyright 2014 – RONALDO CESAR CARVALHO – Para a reprodução de artigos originais assinados pelo autor deste blog em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,é exigida a exibição do link da postagem original ou do blog.